sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Poemas Classificados para a 3ª Tertulia da Poesia



ATENÇÃO POETAS, DECLAMADORES TERTULIANOS:

POEMAS CLASSIFICADOS para a 3ª Tertúlia da Poesia, que acontecerá no Theatro Treze de Maio de Santa Maria, dia 05 de Novembro de 2016, as 19h e 30min..
Hoje divulgaremos somente os Poemas da 3ª Tertulia da Poesia, ficando para a semana que vem a divulgação dos 4 poemas da Tertúlia Piá.

OS POEMAS SÃO ESSES:EM ORDEM ALFABÉTICA:

01. De Origem Rumo e Destino  - Eron Vaz Mattos
02. Diálogo de Vida e Morte  - Guilherme Suman / Thiago Suman
03. Milonga em Silêncio Para Estes Dias de Hoje  - Marcelo Domingues Avila
04. O Retorno e o Princípio - José Luiz Flores Moró
05. Paixão e Pedra - Carlos Omar Villela Gomes
06. Palavra - Adriano Alves
07. Prefácio em 3 Sonetos - Delci José Oliveira
08. Raiz - Henrique Fernandes
09. Reflexões - Caine Teixeira Garcia
10. Se For Falar de Saudade - Moisés Silveira de Menezes
11. Sinal da Cruz - Anderson Fonseca

Agora todos atente ao Regulamento para os prazos das gravações e entrega dos Poemas gravados, qualquer dúvida entrem em contrato com a Comissão Organizadora, nas pessoas de Carlinhos Lima, Fabricio Vargas e Paulo Ricardo Gosta.

Atenciosamente.

Comissão Organizadora

Baixista e iluminador da banda G10 morrem após acidente com ônibus

O veículo em que estavam tombou na estrada na manhã desta sexta-feira, 23. Outros nove ocupantes de ônibus tiveram ferimentos leves.

Michael Rodrigues, de 39 anos, baixista da banda G10, e o técnico de iluminação Michael Oliveira, de 25 anos, morreram após o ônibus que seguia com o grupo para Florianópolis tombar na estrada. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu por volta das 8h30 da manhã desta sexta-feira, 23, no KM 45 da BR282, no município de Águas Mornas.

Além das duas vítimas fatais, nove ocupantes do ônibus tiveram ferimentos leves e, um, saiu ileso. “O veículo seguia sentido serra-litoral, ali é um trecho de serra forte, muitas curvas fechadas, de descida. Ele não conseguiu contornar uma curva, acabou tombando e bateu num barranco nas margens da rodovia”, explicou a comunicação da Polícia Rodoviária Federal. Ainda de acordo com a PRF, as vítimas foram encaminhadas para o Hospital Regional de São José, próximo a região.

Jairo Cadore, responsável pela agenda do grupo, informou que a banda saiu de Carazinho, onde fica a sede da banda, com destino a Florianópolis, onde fariam um show nesta sexta-feira, 23. A apresentação foi cancelada.


Ônibus de banda gaúcha tomba na BR-282 e deixa mortos em SC


Acidente aconteceu no km 45 da BR-292 em Águas Mornas (Foto: Bruno Mauri/RBS TV)

Dois homens morreram em um acidente de trânsito na manhã desta sexta-feira (23) na BR-282 em Águas Mornas, na Grande Florianópolis. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a banda G10 estava no ônibus que tombou em uma curva da rodovia.
O acidente aconteceu por volta das 8h30 no km 45. Doze pessoas estavam no veículo com placas de Soledade, no Rio Grande do Sul.
Conforme a PRF, nove tiveram ferimentos leves e uma saiu ilesa. Os homens que morreram, de 25 e 40 anos, eram passageiros do veículo, mas não foi informado se eram integrantes da banda.
Ainda segundo a PRF, o ônibus, da banda G10, também do estado gaúcho, tombou quando não conseguiu fazer uma curva e bateu em um barranco.
O motorista do veículo informou à PRF que ocorreu um defeito nos freios do ônibus, mas somente uma perícia técnica pode confirmar a causa do acidente, segundo a PRF.
Rodovia interditada
Por volta das 11h45, a rodovia foi completamente interditada para retirar o ônibus e liberada nos dois sentidos por volta de 12h30, conforme a PRF.

Banda G10
De acordo com a página oficial da banda no Facebook, o grupo foi formado em 2004 em Ibirubá (RS) e toca em bailes. Nesta sexta-feira estava programado um show em Florianópolis.

Acidente aconteceu no km 45 da BR-282 em Águas Mornas (Foto: Bruno Mauri/RBS TV)

Nove pessoas ficaram feridas, segundo a PRF (Foto: Bruno Mauri/RBS TV)


Ônibus tombou quando não conseguiu fazer uma curva e bateu em um barranco (Foto: PRF/Divulgação)

Fonte: http://g1.globo.com/

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Terceira edição do Esteio da Poesia Gaúcha é lançada oficialmente


Fotos: Thierre Cósta

Estão abertas as inscrições para um dos maiores eventos de poemas inéditos do Rio Grande do Sul. Até o dia 25 de novembro, poetas de todo o Brasil podem inscrever trabalhos no 3º Esteio da Poesia Gaúcha. O festival, realizado pelas secretarias municipais de Arte e Cultura (SMAC) e de Comunicação Social (SMCS), foi lançado no final da tarde desta terça-feira (20), pouco antes do encerramento da Semana Farroupilha de Esteio, no palco principal montado no Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, e contou com apresentação do declamador Jair Silveira, considerado o melhor intérprete da segunda edição, amadrinhado pelo músico esteiense Vladimir Guará.

Os trabalhos inscritos serão apreciados por uma Comissão Avaliadora, que definirá os 10 que serão apresentados ao público na noite de 11 de março de 2017, na Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya. Os poemas selecionados para a final receberão ajuda de custo de R$ 700. O melhor trabalho em palco e os três melhores poemas, declamadores (intérpretes) e amadrinhadores (músicos que acompanham os declamadores) receberão prêmios em dinheiro (veja abaixo). Os campeões vão ganhar, ainda, duas diárias para casal na Hospedaria Provençal (www.hospedariaprovencal.com.br), de Canela, apoiadora do festival.

Além da apresentação dos poemas finalistas, a final contará com um show de abertura com o cantor e músico esteiense Vladimir Guará e com um show de encerramento com um grupo ou artista de projeção da música gaúcha (nome está sendo definido). A entrada é gratuita.

Sucesso nas primeiras edições
Em apenas duas edições, o Esteio da Poesia se tornou o maior festival do gênero, em número de inscritos, no Rio Grande do Sul. A segunda edição contou com 425 poemas, enviados por 124 poetas de 61 municípios diferentes do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O 1º Esteio da Poesia recebeu inscrição de 343 trabalhos, de cem poetas diferentes de 50 cidades dos três estados do Sul.

3º Esteio da Poesia Gaúcha
Inscrições de poemas: Até 25 de novembro pelo e-mail esteiodapoesia@gmail.com
Triagem: 10 de dezembro
Divulgação dos finalistas: 11 de dezembro
Final: 11 de março de 2017, na Casa de Cultura Lufredina Araújo Gaya


Premiação
Ajuda de custo para os 10 finalistas: R$ 700
Melhor Trabalho em Palco: R$ 1.000 + Duas diárias para casal na Hospedaria Provençal
Melhores Poesias:
1º lugar: R$ 700 + Duas diárias para casal na Hospedaria Provençal
2º lugar: R$ 500
3º lugar: R$ 400
Melhores Declamadores:
1º lugar: R$ 500 + Duas diárias para casal na Hospedaria Provençal
2º lugar: R$ 400
3º lugar: R$ 300
Melhores Amadrinhadores:
1º lugar: R$ 500 + Duas diárias para casal na Hospedaria Provençal
2º lugar: R$ 400
3º lugar: R$ 300

Vídeos do 2º Esteio da Poesia Gaúcha
Abertura e show de abertura

1ª poesia - Quando Rompe a Represa do Olhar

2ª poesia - O Tempo da Saudade

3ª poesia - O Livro do Coração

4ª poesia - Quando se Vende um Pingo de Arreio

5ª poesia - Mascate da Esperança

6ª poesia - Marca e Sinal

7ª poesia - Pago Vazio

8ª poesia - De Esporas Calçadas

9ª poesia - A Menina que só Queria Crescer

10ª poesia - Não me Perguntes do Gaúcho Velho

Show do Mas Bah!

Encerramento e premiação

Áudio com as poesias do 2º Esteio da Poesia

Livreto com as poesias do 2º Esteio da Poesia

Áudio com as poesias do 1º Esteio da Poesia

Livreto com as poesias do 1º Esteio da Poesia

Texto: Djalma Corrêa Pacheco

Fonte: http://www.esteio.rs.gov.br/

Lanceiros negros: a história da traição farroupilha aos escravos libertos



Entre 1835 e 1845 o império brasileiro testemunhou o mais longo conflito ocorrido em nosso território, a Revolução Farroupilha. E, é neste contexto histórico, que surgiram os lanceiros negros farroupilha. Recrutados em meio aos negros campeiros e domadores da atual Região Sul do Estado gaúcho (Canguçu, Pelotas, Bagé, Piraí…), os lanceiros quando na sua fundação foram organizados em duas divisões: “uma de cavalaria, e a outra de infantaria, criados respectivamente, em 12 de setembro de 1836 e 31 de agosto de 1838”. As referidas divisões, segundo o historiador e oficial do Estado Maior do Exército Brasileiro, Cláudio Moreira Bento “eram constituídas basicamente, de negros livres ou de libertos pela República Rio-Grandense,(…).”

Temidos pelo fato de serem truculentos e ao mesmo tempo exímios esgrimistas, esses combatentes, sobretudo a cavalaria, utilizava como equipamentos de combate: lanças compridas; coletes de couro cru; esporas afiadas presas aos pés e boleadeiras. A boleadeira, por exemplo, quando arremessada capturava o inimigo que por ventura estivesse distante de uma montaria.

Subordinados a vários ex-oficiais do militarismo imperial brasileiro, entre eles, os idealizadores dos lanceiros, coronéis Joaquim Pedro Soares e Teixeira Nunes, o efetivo formado pela parcela mais discriminada da população, isto é, os negros, ocuparam um importante destaque na nomenclatura do conflito. Isto porque, foram muitas as batalhas em que os milicianos agiram em defesa dos mesmos objetivos ensejados pelos revolucionários, ou seja, o de garantir um futuro melhor e mais justo para todos os provincianos.

Sob os olhares de Bento Gonçalves, do casal Garibaldi e de David Canabarro, os revolucionários negros participaram efetivamente da tomada de Porto Alegre, da conquista de Laguna, e do conflito na Região de Lages, além da Batalha de Porongos.

De acordo com historiadores, Canabarro teria ordenado desarmar os cerca de 600 lanceiros na noite de 14 de novembro de 1844. Tal determinação não chamaria a atenção, se ela não tivesse sido transmitida na mesma noite do ataque imperialista. São muitas as fontes afirmando o “pacto de extermínio dos negros com Caxias para que não houvesse impedimento na assinatura do tratado de paz com os revoltosos”. A realização do provável acordo “arquitetado por Caxias ”tinha embasamento alicerçado em duas vertentes naturais. Ao exterminar o maior número de negros possível, certamente diminuiriam também as exigências dos revoltosos no que tange o acordo de paz. Por outro lado, “manter a liberdade do grande contingente negro com experiência militar era um grande risco para sociedade”.

Desarmados e sem apresentar nenhuma reação, a tropa de choque mais temida do Sul brasileiro foi dizimada no cair da madrugada. Infelizmente, o passado relacionado aos lanceiros negros farroupilha sempre esteve atrelado aos bastidores da historiografia oficial, e somente em 1870, é que surgiu o primeiro livro sobre o assunto.

De 07 a 20 de setembro, a história deste grupamento será relembrada na maior festa popular do Rio Grande do Sul através da Semana Farroupilha.

REFERÊNCIAS UTILIZADAS:
BENTO, Claúdio Moreira. O negro e descendentes na sociedade do Rio Grande Do Sul (1635- 1975). Porto Alegre, RS: grafosul, 1976.
BUENO, Eduardo. Brasil: uma história. A incrível saga de um país. São Paulo: ática, 2003.
Moda na história/Família Real no Brasil/Revolução Farroupilha. Revista Descobrindo a História. São Paulo: mythos, v.06, 2008.
Da atribunanet.com e geledes.org.br

Fonte: https://jornaloexpresso.wordpress.com

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Ases do Fandango de CD Novo - 30 Anos


Quem está de CD novo e me orgulhando muito é o grupo da minha terra Ases do Fandango, que esse ano completam 30 anos de músicas pelos quatro cantos do Rio Grande do Sul, sem nunca parar e sem nunca perder a autenticidade, fato que não os deixa morrer, porque um gaúcho autêntico sempre vai encontrar aconchego no coração de quem preza pela autenticidade. 

Ao longo desses 30 anos a nossa música gaúcha, infelizmente, tentou de tudo, desde o sistema antigo até o modernismo de tambores e teclados, passando por maxixes e cópias mal feitas de sucessos comprado a peso de plata, mas nada vingou tanto quanto a autenticidade de se tocar baile a um belo som de cordiona, sem exageros, sem malabarismo, mas com a autenticidade e a verdade que o gaúcho tanto buscou e tanto preza. 

Dizer que o Ases do Fandango fazem isso por ser verdadeiros,  é como chover no molhado, porque é isso que os tornou grande e que os levam por tantos palcos diferentes, não de multidões, nem de gente esquecida, mas de pessoas que valorizam o simples, o puro, o verdadeiro, e isso eles sabem fazer muito bem.

Eu fico muito feliz, não por ter acompanhado a carreira deles por esses longos 30 anos, desde os tempos em que o Caio Lançanova, legenda marca dos Ases do Fandango, tocava entre as salas de aulas do Colégio Senador Salgado Filho, quando parávamos nas Semanas Farroupilhas para ouvir belas músicas e dai, partiu para Os Crioulos até chegar aos Ases do Fandango, mas também porque foi o primeiro grupo que acreditou em mim em gravou, ha muito tempo uma modesta composição chamada PRA UMA GURIA uma música romântica que tem a assinatura do Eri Côrtes.

Hoje poder ter os meus modestos versos em três composições no mais recente CD do Grupo é um privilégio que me encanta, que me orgulha e que me anima a escrever mais e mais, porque esse CD é um somatório de qualidade, de simplicidade e de bom gosto, tríade que me sustenta e que enraíza, por que assim foi talhado o gaúcho e que trabalhos assim fazem falta nas rádios e nos ouvidos de quem tem bom gosto musical. Não é um CD para estourar, Não é um CD para que gosta de imediatismo, de sucesso relâmpago, mas é um CD para quem tem bom gosto musical e que queira músicas para ouvir sempre que seu coração pedir.

Parabéns aos maus amigos do Grupo Ases do Fandango, falar de vocês é fácil, pois é só deixar o coração expressar o que sente quando se tem bom gosto e amor pela arte do que é bom.
Deixo aqui uma Milonga BEM CAMPEIRO uma parceria com Vinicius Guerra, e que faz parte desse CD do repertório de bailes desse grupo que é orgulho da Querência do Bugio.

9º CANTO MISSIONEIRO- RESULTADO



PRIMEIRO LUGAR: PRINCÍPIOS
Letra: Flaubiano Lima / Jaime Brum Carlos
Melodia: Jean Kirchoff / Régis Reis
Interpretação: Jean Kirchoff

SEGUNDO LUGAR: CONSELHO
Letra; Zeca Alves
Melodia: Alex Har
Interpretação: Juliana Spanevello

TERCEIRO LUGAR: CAMPEIRO DAS MISSÕES
Letra: José Estivalet
Melodia: Zulmar Benitez
Interpretação: Cristiano Fantinel e Jorge Freitas

MAIS POPULAR: TIMBRES DE ALMA INDIA
Letra: Mano Fontoura
Melodia: Mano Fontoura
Interpretação: Mano Fontoura, Patrício Maicá e Antônio Fontoura

MELHOR INTÉRPRETE: JULIANA SPANEVELLO
Música: Conselho

MELHOR INSTRUMENTISTA: DOUGLAS MENDES (violino)
(O Amor Quando se Achega/Estrelas Parceiras/Conselho)

MELHOR LETRA: PRINCÍPIOS
Autores: Flaubiano Lima/Jaime Brum Carlos

MELHOR MELODIA: CONSELHO
Autor: Alex Har

TEMA MISSÕES: MEU CANTO, MEU SUSTENTO
Letra: Nenito Sarturi
Melodia: Halber Lopes
Interpretação: Nenito Sarturi

ETAPA LOCAL:

PRIMEIRO LUGAR: TIMBRES DE ALMA INDIA
Letra: Mano Fontoura
Melodia: Mano Fontoura
Interpretação: Mano Fontoura, Patrício Maicá e Antônio Fontoura

SEGUNDO LUGAR: RESGATE
Letra: José Mauro Ribeiro Nardes/Mario Amaral
Melodia: Mario Amaral
Interpretação: Eduardo Maycá

TERCEIRO LUGAR: QUANDO MATEIO COM A SAUDADE
Letra: Claudio Vargas
Melodia: Cláudio Vargas
Interpretação: Cláudio Vargas


Fonte e Foto: Jairo Reis

Resultado Iº Festival de Poesia e Verso dos Pinheirais em Curitiba





* Categoria Declamação Infanto Juvenil:
1º Lugar - Bianca Rodrigues Oliveira dos Santos - Curitiba/PR
2º Lugar - Dandara Correa Roesch - Cascavel/PR
3º Lugar - Giulianna Zanchetin Lima - Curitiba/PR
4º Lugar - Luiza Rodrigues Oliveira dos Santos - Curitiba/PR
5º Lugar - Beatriz de Andrade Silva - Curitiba/PR

* Categoria Declamação Adulto
1º Lugar - Marcelo Augusto Strefling - Toledo/PR
2º Lugar - Micheli Lilian Carlesso - Curitiba/PR
3º Lugar - Cesar Augusto Furtado - Xanxere/SC
4º Lugar - Rodrigo Saldanha Allebrandt - Curitiba/PR
5º Lugar - Fernando Franco Andreatta - Curitiba/PR

* Melhor Amadrinhador
1º Lugar - Cesar Augusto Furtado - Xanxere/SC
2º Lugar - Rui Brum e Nicolas Souza - Curitiba/PR
3º Lugar - Tiago Fabricio Nascimento Tiago Calixto

* Poesias Inéditas
1º Lugar - Destas Vozes que me falam - Autor: Joseti Gomes (Gravataí-RS)
Interpretação: Marcelo Strefling
2º Lugar - Coplas pra uma chuva que não veio - Autor: Roberto Marcos Roberto Paines (Curitiba-PR)
Interpretação: Tiago Calixto
3º Lugar - Janelas Quebradas - Autor: Paulo Ricardo Costa (Santa Maria-RS)
Interpretação: Michelle Carlesso
4º Lugar - Pulpero - Autor: Cauê Bampi (Cascavel-PR)
Interpretação: Fernando Franco Andreatta
5º Lugar - Tropel de Sonhos - Autor: Beatriz Carvalho (Curitiba-PR)
Interpretação: Rodrigo Saldanha 

Fonte: Danielli Olliveira
 

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Poemas Selecionados para o I Festival de Poesia Versos dos Pinheirais



Segue os 12 poemas selecionados para o I Festival de Poesia Versos dos Pinheirais em ordem alfabética:

1 - A guria da Maria - Paulo Ricardo Costa / Santa Maria - RS
2 - Amadrinhadas - Roberto Paines /Curitiba - PR
3 - Anjo da Morte - Cesar Augusto Furtado / Xanxerê - SC
4 - Coplas pra uma chuva que não veio - Roberto Paines / Curitiba - PR
5 - Destas Vozes que me falam - Joseti Gomes / Gravataí - RS
6 - Em busca de seu chão - Rafael Dalmagro - Cafelândia / PR
7 - Estância da Alegria - Joseti Gomes - Gravataí / RS
8 - Janelas Quebradas - Paulo Ricardo Costa - Santa Maria / RS
9 - O Rancho do Velho Maciel - Diogo Rizzi - Curitiba / PR
10 - Pulpero - Cauê Bampi - Cascavel / PR
11 - Tropel de Sonhos - Beatriz Carvalho - Curitiba / PR
12 - Um companheiro nunca fica para trás - Diogo Rizzi - Curitiba / PR

Favor confirmarem inscrições com o nome do declamador que irá defender o poema no Festival e gravação do CD até o dia 02/09 às 12:00h

Desde já agradecemos a todas as pessoas que enviaram poemas para engrandecer o evento !!!!
Quaisquer dúvidas pelo e-mail dcogabi@yahoo.com.br

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Classificadas para o 6º Festival Campo a Fora


Foto: Facebook/Festival

DAS COISAS QUE EU SEI – Milonga
Letra: Dalvan Medina
Melodia: Matheus Alves
São Gabriel/Porto Alegre

SOU MULHER - Chacarera
Letra: Luis Fernando Gastaldo e Juca Moraes
Melodia: Emerson Martins
Cruz Alta/São Vicente do Sul

TERRUNHO - Milonga
Letra: Carlos Omar Vilela Gomes
Melodia: Eri Cortes
São Vicente do Sul/São Francisco de Assis

O PRANTO - Chamamé
Letra: Dalvan Medina
Melodia: Volmir Coelho
São Gabriel/Santana do Livramento

FRATERNAS DIGITAIS - Milonga
Letra: Ana Claudia Rodrigues
Melodia: Edvanio Vieira e Henrique Bagesteiro
Palmeira das Missões/Uruguaiana

PALANQUE - Rasguido
Letra: Mario Lucas
Melodia: Diego Camargo
São Gabriel

CAMPO A FORA - Milonga
Letra: Rodrigo Bauer
Melodia: Otávio Machado e João Gustavo Nunes
São Borja/Santiago

UM CHASQUE NA MILONGA - Milonga
Letra: Moacir D’Avila Severo
Melodia: Joaquim Nunes Brasil e Cristiano Fantinel
Alegrete

LA D'ONDE VIVO - Milonga
Letra: Gederson Fernandes
Melodia: Joaquim Nunes Brasil e Halber Lopes
Alegrete/Santiago

NATALICIO CAPINCHEIRO - Mazurca
Letra: Volmir Coelho
Melodia: Volmir Coelho
Santana do Livramento

“EL DIA DE YERRA” - Chamarra
Letra: Guto Gonzalez
Melodia: Guto Gonzalez e Pedro Gomes
Bagé

DE QUEM PARTE SEM DIZER ADEUS - Toada
Letra: Maicon Zauza Pinto
Melodia: José Amélio Ribeiro Filho
Realeza-PR/Santiago

SUPLENTES
1ª A TESOURA DA PARTEIRA – Milonga
Letra: Giba Trindade Melodia: Patricia Pedrozo
São Paulo – SP/Alegrete


2ª CLAREANDO O DIA – Chamamé
Letra: Didi Teixeira
Melodia: Luciano Maia
Lavras do Sul/São Gabriel
Fonte: http://www.identidadecampeira.com.br/

domingo, 14 de agosto de 2016

6ª TERTÚLIA MAÇÔNICA DA POESIA - PREMIADOS

Pedro Junior da Fontoura - Melhor Intérprete da Linha Livre.

Por volta de 23 horas deste sábado, 13/08, terminou a 6ª edição da Tertúlia Maçônica da Poesia Crioula, festival de poemas inéditos promovido pelo Piquete Fraternidade Gaúcha, no Teatro do Sesc, em Porto Alegre.
Encerrado o show do cantor Jader Leal, foram conhecidos os premiados no evento.

LINHA LIVRE / NÃO MAÇÔNICA
Primeiro Lugar: A Morte Envolta no Lenço
Autor: Rodrigo Bauer 
Declamador: Pedro Junior da FontouraAmadrinhadores: Henrique Scholz/Paulinho Pires 

Segundo Lugar: As Leis do Fundo de Campo
Autor: Paulo de Freitas Mendonça
Declamador: Paulo de Freitas MendonçaAmadrinhador: Raul Quiroga 

Terceiro Lugar: Herança de Guerra
Autor: Cândido Brasil
Declamador: Jair SilveiraAmadrinhadores: João Aquino/Maicon Euriques

Melhor Letra: As Leis do Fundo de Campo
Autor: Paulo de Freitas Mendonça
Declamador: Paulo de Freitas MendonçaAmadrinhador: Raul Quiroga

Melhor Intérprete: Pedro Junior da Fotoura
Poema: A Morte Envolta Num Lenço

Melhor Amadrinhador: Raul Quiroga
Poema: As Leis do fundo de Campo

LINHA MAÇÔNICA
Primeiro Lugar: A Capela de Rosslyn
Autor: Moisés Menezes (Loja Remanso - São Pedro do Sul)
Declamador: Rodrigo Canani Medeiros (Loja Acácia da Arte Real Nº 50 - Florianópolis)
Amadrinhador: Henrique Arboitte Torrel de Bail (Loja Remanso - São Pedro do Sul) 

Segundo Lugar Maçônica: Itaú
Autor: José Estivalet (Loja Adayr Paulo Modena, nº 245 - Porto Alegre)
Declamador: José EstivaletAmadrinhador: Jader Leal (Loja Adayr Paulo Modena, nº 245 - Porto Alegre) 

Terceiro Lugar: Uma Pedra em Meu Caminho
Autor: Luis Lopes de Souza (Loja Cavaleiros da Arte Real - Passo Fundo)
Declamador: Paulo Ricardo dos Santos (Cavaleiros da Arte Real - Passo Fundo)Amadrinhador: Rodrigo Cavalheiro (Cavaleiros da Arte Real - Passo Fundo)

Melhor Intérprete: Paulo Ricardo dos Santos (Cavaleiros da Arte Real - Passo Fundo) 
Poema: Uma Pedra em Meu Caminho
Melhor Amadrinhador: Henrique Arboite Torres de Bail 
Poema: A Capela de Rosslyn
Melhor Letra: ItaúAutor: José Estivalet (Loja Adayr Paulo Modena, nº 245 - Porto Alegre)
Declamador: José EstivaletAmadrinhador: Jader Leal (Loja Adayr Paulo Modena, nº 245 - Porto Alegre) 

Melhor Tema Maçônico: A Capela de Rosslyn
Autor: Moisés Menezes (Loja Remanso - São Pedro do Sul)
Declamador: Rodrigo Canani Medeiros (Loja Acácia da Arte Real Nº 50 - Florianópolis)
Amadrinhador: Henrique Arboitte Torrel de Bail (Loja Remanso - São Pedro do Sul)

Fonte; Jairo Reis

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

XXIV Tertúlia Musical Nativista

A XXIV Tertúlia Musical Nativista, como sempre ocorre como grandes festivais j[a es´ta tudo pronto para que  nos dias 11, 12 e 13 de novembro, no Largo da Viação Férrea (Gare), possamos compartilhar do que há de melhor na músicalidade do Rio Grande do Sul, O Regulamento encontra-se a disposição no site da Prefeirtua de Santa Maria e a inscrições deverão serem enciadad para  a Secretaria de Cultura, no Largo da Gare, s/nº até o dia 26 de setembro, data limite para todos, sem possibilidade de prorrogação. 
A Comissão Juragadora já está formada com grandes nomes da Poesia, da interpretação e da musicalidade e será composta por; Nilton Jr da Silveira, Rômulo Chaves, Evandro Zamberlan, Jean Carlo Kirchoff, João Sampaio, Tuny Brum.e Humberto Gabbi Zanatta
Mais uma vez Santa Maria se prepara para um final de ano com muita cultura, muita música e muta poesia, provando mais uma vez que o Coração do Rio Grande honra o título de Cidade Cultura.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

IV CELEIRO DA POESIA - CAMPOS NOVOS

CONVITE OFICIAL DO IV CELEIRO DA POESIA
CAMPOS NOVOS DIAS 27 E 28 DE AGOSTO DE 2016

A Associação Cultural Celeiro da Tradição juntamente com a AMPLASC (Associação dos Municípios do Planalto Sul Catarinense) convida vossa senhoria para participar do IV CELEIRO DA POESIA, evento que realizar-se –á nos dias 27 e 28 de agosto do corrente ano, no CETRECAMPOS da EPAGRI em Campos Novos SC.
O evento é gratuito e de acesso a todos que queiram estudar e apreciar os aspectos ligados a declamação, composição e amadrinhamento da poesia gaúcha.

·         A PROGRAMAÇÃO SEGUE EM ANEXO

PALESTRANTES:
·         CARLOS OMAR VILELLA GOMES
·         BIANCA BERGMAMA
·         PEDRO JR DA FONTOURA
·         JUREMA CHAVES
·         LILIANA CARDOSO DUARTE
·         GERALDO TRINDADE
·         JOSÉ LUIS RODRIGUIES DOS SANTOS

INFORMAÇÕES IMPORTANTES DO IV CELEIRO DA POESIA

INSCRIÇÕES:
1- A inscrição para participar do evento será gratuita, porém condicionada a aquisição do pacote de alimentação;
2 - As inscrições devem ser feitas somente pelo e-mail celeirodapoesia@hotmail.com. Com nome de cada participante, número do RG, Local de origem, Previsão de Chegada e solicitação de alojamento ou hospedagem quando necessários.
3 - Inscrições abertas a partir do dia 10 de julho de 2016.


ALIMENTAÇÃO:
Será cobrado um valor de R$80,00 para as refeições que incluem: 2 Cafés da manhã, 2 Almoços e 1 Jantar (Abertura oficial e recital).

HOSPEDAGEM E ALOJAMENTOS:
1 - Hospedagem no local do evento (EPAGRI) no valor de R$59,00 por pessoa.
2 - Alojamento gratuito em Escola próxima do local do evento (dispomos de 30 colchões, quem solicitar antes poderemos reservar).

IV CELEIRO DA POESIA
PROGRAMAÇÃO

DATA: 27 e 28 de agosto de 2016
LOCAL: EPAGRI – Campos Novos SC
ENDEREÇO: BR 282 Km 342 – Próximo a Copercampos
TELEFONE PARA CONTATO E INFORMAÇÕES: 49 88109522 C/ GIOVANI PRIMIERI
E-mail: celeirodapoesia@hotmail.com

DIA 27 DE AGOSTO - SÁBADO
08h – Recepção dos participantes e credenciamento.
10h – PEDRO JR. DA FONTOURA - A POESIA GAÚCHA, PRINCIPAIS POETAS, EXPRESSÕES E VOCABULÁRIO GAÚCHOS.
11h – JUREMA CHAVES – A ESCOLHA DO POEMA PELO DECLAMADOR, A ESCOLHA DO DECLAMADOR PELO POEMA.
12h30min – ALMOÇO
14h – CARLOS OMAR VILLELA GOMES – A UNIVERSALIDADE NA COMPOSIÇÃO DO POEMA E DA CANÇÃO.
15h – GERALDO TRINDADE - FUNDAMENTOS DO AMADRINHAMENTO.
16h – LILIANA CARDOSO - FUNDAMENTOS DA INTERPRETAÇÃO DO POEMA.
17H – BIANCA BERGMAM – O POETA, O DECLAMADOR E O AMADRINHADOR UM TRABALHO EM CONJUNTO.
18H – PAUSA
20H – ABERTURA OFICIAL DO 4º CELEIRO DA POESIA - JANTAR ESPECIAL COM RECITAL DE DECLAMAÇÃO
Local: CHÁCARA RECANTO DA AMIZADE.

DIA 28 DE AGOSTO - DOMINGO
08H – CAFÉ DA MANHA
09H – DINAMICA: CRIAÇÃO DO POEMA
10H – MESA REDONDA SOBRE AVALIAÇÃO - DECLAMAÇÃO EM FESTIVAIS E CONCURSOS - JOSÉ LUIS RODRIGUES DOS SANTOS
12H – ALMOÇO
14H – CONSIDERAÇÕES FINAIS DOS PALESTRANTES.
16H – ENCERRAMENTO COM ENTREGA DE CERTIFICADOS.
PATROCÍNIO: ENERCAN
APOIO CULTURAL: Prefeitura de Campos Novos, Fundação Cultural Camponovense, Floricultura Flor e Ser, Cópia e Cia, Chácara Recanto da Amizade, EPAGRI, Galpão Caipora Viu, Pontinho 1001 Utilidades, Sicredi.

Mais informações entre e contato com Giovani Primieri na sua página na web


Todos os olhos voltados para a Tertúlia Maçônica.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoasSábado agora, dia 13 de agosto, tem um dos belos festivais de poesias de nosso Estado, a Tertúlia Maçônica.

Será no Teatro do Sesc, na Capital (Av. Alberto Bins, 665 - Centro), a partir das 20h. A entrada é um quilinho de alimento não perecível para ajudar os mais necessitados.

Ordem de Apresentação
Linha Maçônica
Quem Somos?
Autor: Maxsoel Bastos de Freitas
Intérprete: Maxsoel Bastos de Freitas
Amadrinhador: Jader Leal

Uma Pedra em Meu Caminho
Autor: Luis Lopes de Souza
Intérprete: Paulo Ricardo Fuchina Dos Santos
Amadrinhador: Rodrigo Cavalheiro II

Aprendiz
Autor: Rômulo Chaves
Intérprete: Antônio Mauro Rodrigues Cadorin
Amadrinhador: Antônio Mauro Rodrigues Cadorin Filho

Itaú
Autor: José Estivalet
Intérprete: José Estivalet
Amadrinhador: Jader Leal

A Capela de Rosslyn
Autor: Moisés Menezes
Intérprete: Rodrigo Canani Medeiros
Amadrinhador: Henrique Arboitte Torrel de Bail

Linha Não Maçonica
Extremo Sul de Mim
Autores: José Luiz Flores Moró e Ari Pinheiro
Intérprete: Vitor Lopes
Amadrinhador: Jorge Araujo

As Leis do Fundo de Campo
Autor: Paulo De Freitas Mendonça
Intérprete: Paulo de Freitas Mendonça
Amadrinhador: Raul Quiroga II

Herança de Guerra
Autor: Cândido Brasil
Intérprete: Jair Silveira
Amadrinhadores: João Aquino e Maicon Ouriques

A Morte Envolta no Lenço
Autor: Rodrigo Bauer
Intérprete: Pedro Júnior Lemos da Fontoura II
Amadrinhador: Lucio Yanel

Epílogo
Autor: Sílvio Aymone Genro
Interprete: Silvana Giovanini
Amadrinhadores: Adão Quevedo e Paulinho Pires

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Festival O Rio Grande Canta o Cooperativismo

O Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado do Rio Grande do Sul (Sescoop/RS) promove a nona edição do Festival O Rio Grande Canta o Cooperativismo. O período de inscrições inicia nesta segunda-feira (8/8) e encerra no dia 30 de setembro de 2016.

Em 2016, a etapa classificatória e a etapa final ocorrem no dia 26 de novembro, no Complexo Poli Esportivo do município de Campo Novo, localizado na região Celeiro do Rio Grande do Sul. Serão aceitas inscrições de obras musicais que retratem o tema: “Cooperativas: o poder de agir para um futuro sustentável”. Para inscrever a obra no 9º Festival O Rio Grande Canta o Cooperativismo, pelo menos um dos autores deve ser sócio de uma cooperativa regular do Rio Grande do Sul.

OBJETIVOS
- Promover a integração dos dirigentes de cooperativas, associados, colaboradores, familiares e comunidade, conforme estabelece os objetivos do Programa de Educação e Cultura Cooperativista;
- Promover os princípios e os valores do cooperativismo para crianças, jovens, mulheres e comunidade, através da música;
- Proporcionar aos artistas cooperativistas do Estado do Rio Grande do Sul uma maior integração e troca de experiências entre os músicos e poetas, além de fornecer condições adequadas para que possam expressar a sua arte;
- Estimular os sócios, os empregados de cooperativas e os seus familiares a participação em eventos culturais, promovendo o bem-estar social e a melhor qualidade de vida;
- Editar em CD e DVD a etapa final do festival. 

A comissão avaliadora irá selecionar 20 obras para serem apresentadas na etapa classificatória do Festival, que serão divulgadas no site www.sescooprs.coop.br, no dia 20 de outubro de 2016. As inscrições devem ser remetidas para um dos seguintes locais: Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (IGTF), na Avenida Borges de Medeiros, 1501, sala 10, térreo, no Centro Administrativo do Estado – Porto Alegre/RS, CEP: 90119- 900; ou para a Ordem dos Músicos do Brasil (OMB/RS), na Rua Vasco Alves, 235 - Porto Alegre/RS, CEP: 90010-410.

PROGRAMAÇÃO
Data: 26 de novembro de 2016
Local – Complexo Poli Esportivo de Campo Novo, Avenida Bento Gonçalves, n° 1312, Centro, Cidade de Campo Novo –RS, CEP 98570- 000. 
- Etapa Classificatória – das 13:00h às 17:00h
- Etapa Final – das 21:00h às 24:00h

JULGAMENTO E PREMIAÇÃO 
Além dos valores previstos no artigo 25º do Regulamento, o 9º Festival O Rio Grande Canta o Cooperativismo oferecerá às dez obras classificadas para a final, a título de premiação, os seguintes valores:
1º LUGAR R$ 8.000,00 (oito mil reais) e troféu;
2º LUGAR R$ 7.500,00 (sete mil e quinhentos reais) e troféu;
3º LUGAR R$ 7.000,00 (sete mil reais) e troféu;
4º LUGAR R$ 6.500,00 (seis mil e quinhentos reais) e troféu;
5º LUGAR R$ 6.000,00 (Seis mil reais) e troféu;
6º LUGAR R$ 5.500.00 (cinco mil e quinhentos reais) e troféu;
7º LUGAR R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e troféu;
8º LUGAR R$ 4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais) e troféu;
9º LUGAR R$ 4.250,00 (quatro mil, duzentos e cinquenta reais) e troféu;
10º LUGAR R$ 4.000,00 (quatro mil reais) e troféu.

Na etapa final, o público presente escolherá, através de votação em cédula fornecida pelo Sescoop/RS no início do evento, a “Música Mais Popular do Festival”. Esta música receberá a título de premiação R$ 2.000,00 (dois mil reais).

Para mais informações sobre o Festival e as inscrições acesse o Regulamento emwww.sescooprs.coop.br/arquivos/2016_08_04_Regulamento_do_9_FRGCC.pdf.


Resultados do JuvEnart 2016



MELHOR INDUMENTÁRIA PEÃO:
DTG Sentinelas da Tradição – Tupanciretã, 26ª RT

MELHOR INDUMENTÁRIA PRENDA:
CTG Estirpe Gaúcha – Guaporé, 11ª RT

MELHOR INDUMENTÁRIA CONJUNTO:
CTG Aldeia dos Anjos – Gravataí, 1ª RT

MELHOR CONJUNTO MUSICAL:
1º Lugar: CTG M’Bororé – Campo Bom, 30ª RT
2º Lugar: CTG Rancho da Saudade – Cachoeirinha, 1ª RT
3º Lugar: CTG Gildo de Freitas – Porto Alegre, 1ª RT

MELHOR COREOGRAFIA DE ENTRADA:
1º Lugar: CTG GN Os Tropeiros – Santiago, 10ª RT (Criação Coletiva)
2º Lugar: CTG M’Bororé – Campo Bom, 30ª RT (Luís Silva)
3º Lugar: CTG Gildo de Freitas – Porto Alegre, 1ª RT (Alexandre Ourique e Willian Paiva)

MELHOR COREOGRAFIA DE SAÍDA:
1º Lugar: CTG Querência de Nova Hartz – Nova Hartz, 30ª RT (Guilherme Ferreira)
2º Lugar: CPF Piá do Sul – Santa Maria, 13ª RT (Juninho Paiva e Prscila Freitas)
3º Lugar: CTG M’Bororé – Campo Bom, 30ª RT (Luís Silva)

HONRARIA TROFÉU QUERO-QUERO:
DTG Camboatá – Novo Hamburgo, 30ª RT

DANÇAS TRADICIONAIS:
1º Lugar: CTG M’Bororé – Campo Bom, 30ª RT
2º Lugar: CTG Rancho da Saudade – Cachoeirinha, 1ª RT
3º Lugar: CTG Gildo de Freitas – Porto Alegre, 1ª RT
4º Lugar: CPF Piá do Sul – Santa Maria, 13ª RT
5º Lugar: CTG Erva Mate – Venâncio Aires, 24ª RT
6º Lugar: CTG Ronda Charrua – Farroupilha, 25ª RT
7º Lugar: CTG Lalau Miranda – Passo Fundo, 7ª RT
8º Lugar: Centro Farroupilha de Trad. Gaúchas – Alegrete, 4ª RT
9º Lugar: CTG Aldeia dos Anjos – Gravataí, 1ª RT
10º Lugar: DTG Clube Juventude – Alegrete, 4ª RTa

Fonte: blog Identidade Campeira

PREMIAÇÃO DO 25º RONCO DO BUGIO


1º LUGAR: OS TROPEIROS DE SÃO CHICO
Letra: Anildo de Souza Araújo, Milton César Hoff e Jones Andrei Vieira
Música: Jones Andrei Vieira
Int: Daniel Silva



2º LUGAR: NO RONCAR DE UM BUGIO
Letra: Paulo Ricardo Costa
Música: Halber Lopes e Jarbas Nadal
Int: Cristiano Fantinel



3º LUGAR: BOCA DE CORREDOR
Letra: Jairo Fonseca
Música: Jardel Borba
Int: Jardel Borba e Grupo Brasil de Bombachas


MÚSICA MAIS POPULAR: BOCA DE CORREDOR
MELHOR INTÉRPRETE: CRISTIANO FANTINEL
Música: No Roncar de Um Bugio

MELHOR INSTRUMENTISTA: BETO CAETANO
Música: Um Bugio Bem Gaúcho

1º LUGAR RONCO DO BUGIOZINHO: NO GALPÃO SERRANO
Mateus Reis Machado

2º LUGAR RONCO DO BUGIOZINHO: SONORIDADE SERRANA
Manuela Bassualdo Duarte

Fonte: Blog Léo Ribeiro de Souza

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

CTG Porteira do Rio Grande inaugura Museu do Gaúcho


Museu também será ponto de informações turísticas do município
Foto: Divulgação 

O Museu do Gaúcho, localizado junto ao CTG Porteira do Rio Grande, em Vacaria, foi inaugurado na noite desta quinta-feira, 04/08. O local de alvenaria foi construído na década de 90 na patronagem de Flávio Guazzelli e idealizado pelo ex-patrão Neuri Fortuna. No local, está retratada a casa e a lida do homem do campo. O Museu do Gaúcho também servirá como ponto de informações turísticas do município.

Também foi inaugurada a Exposição Fotográfica dos 60 anos do CTG Porteira do Rio Grande, localizada junto à secretaria da entidade, como explica Neuri Fortuna. No local, além de fotografias, há troféus e documentos que contam a história do CTG e dos Rodeios.

O patrão, Luiz Carlos Bossle da Costa, expressa a satisfação em ver concretizado este espaço, que retrata a história da tradição gaúcha. Ele destaca que a comunidade ainda pode colaborar com doações para o Museu.

O Museu do Gaúcho e a Exposição Fotográfica podem ser visitados das 9 horas às 11h30min e das 14 horas às 17h30min, de segunda a sexta-feira. O horário deverá ser alterado nos próximos dias.

Central de Conteúdo Unidade Fátima

3ª Tertulia da Poesia - Comissão Avaliadora

Apesar de o festival só acontecer a partir das 19 h e 30 min do dia 05 de Novembro de 2016 no Theatro Treze de Maio, aqui no coração do Rio Grande, na cultural Santa Maria, mas já está tudo pronto e confirmado. O Regulamento ja encontra-se a disposição em diversos sites e blogs da internet, bem como no site oficial da Prefeitura Municipal de Santa Maria, mas a Comissão Avaliadora já está pronta esperando os poemas inscritos para essa difícil escolha e são eles:

LUIS LOPES DE SOUZA - Poeta Passofundense com a participação em quase todos os eventos de poesia do Rio Grande do Sul e com um vasto conhecimento poético, muito bem elaborado em seu mais recente livro, com uma vasta gama de poemas sendo declamados pelos palcos de rodeios poéticos e pelos galpões riograndenses. É membro da Estância da Poesia Crioula.

SEBASTIÃO TEIXEIRA CORREA - Poeta Caxiense premiado nos mais diversos festivais do Rio Grande do Sul, um exímio conhecedor dos versos campeiros e das lides e termologia campeira. É um estudioso da cultura Riograndense membro da Estância da Poesia Crioula e orgulho da serra gaúcha.

ROMEU WEBER - Declamador Osoriense, com premiação nos mais diversos palcos desse Rio Grande do Sul, foi um dos criadores da Quadra da Sesmaria da Poesia Gaúcha, exímio conhecedor das diversas fontes poéticas, desde o verso literato até ao verso mais cru, com linguagem de galpão. Também é membro da Estância da Poesia Crioula.

As inscrições vão até o dia 02 de Setembro pelo e-mail constante no regulamento.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

VIª Tertúlia Maçônica da Poesia Crioula


No próximo dia 13 de Agosto - realizar-se-á a VIº Tertúlia Maçônica,
Organizada pelo Piquete Fraternidade Gaúcha! Se você aprecia poesias que falam da nossa terra, da nossa gente, dos nossos costumes... Não pode perder! 
Nesta edição serão Homenageados: 
- MTG (Categoria Entidade Tradicionalista) 
- Paixão Côrtes (Categoria Personalidade do nosso Tradicionalismo). 
São muitas atrações!!!
 Para completar um showzaço do Jader Leal.

36ª COXILHA NATIVISTA - RESULTADO



PRIMEIRO LUGAR: CICATRIZ
Ritmo: Zamba
Autores: Guilherme Collares/Roberto Borges
Interpretação: Juliana Spanevello e André Teixeira

SEGUNDO LUGAR: EIS-ME AQUI
Ritmo: Milonga
Autores: Robson Barenho/ Talo Pereyra
Interpretação: Talo Pereyra
TERCEIRO LUGAR: ANUNCIAÇÃO

Ritmo: Milonga
Autores: Sérgio Pereira/Cristian Camargo
Interpretação: Joca Martins

Melhor Intérprete: Talo Pereyra – Eis-me Aqui
Melhor Instrumentista: Pedro Lemos - Violino - Anunciação
Melhor Letra: Eis-me Aqui – Robson Barenho
Melhor Melodia: Cicatriz – Roberto Borges
Melhor Arranjo: Cicatriz
Melhor Indumentária: Juliana Spanevello
Melhor Conjunto Vocal: Cicatriz - Juliana Spanevello e Grupo.

Melhor Tema Alusivo a Cruz Alta: No Pouso da Cruz
Ritmo: Chacarera
Autores: Maninho Pinheiro/Érlon Péricles
Interpretação: Ângelo Franco.

Mais Popular: Aquerenciado
Ritmo: Milonga
Autores: Shaka Guerreiro/Silval Araújo
Interpretação: Dartagnan Portela

ETAPA LOCAL:
PRIMEIRO LUGAR: ENTRE VISITA E SAUDADE
Ritmo: Chamamé
Autor: Diego Guterres
Interpretação: Juliano Moreno

SEGUNDO LUGAR: AQUERENCIADO
Ritmo: Milonga
Autores: Shaka Guerreiro/Silval Araújo
Interpretação: Dartagnan Portela

TERCEIRO LUGAR: MORENA FLOR
Ritmo: Valsa
Autores: Jorge Nicola Prado/Kauê Diaz 
Interpretação: Leonardo Diaz Morales

Fonte: Jairo Reis

6º Festival Campo a Fora inscrições até 21 de agosto



Estão abertas as inscrições (até o dia 21 de agosto de 2016) do 6º Festival Campo a Fora!
O Festival acontecerá no dia 10 de setembro de 2016, no CTG Coxilha de Ronda, em Santiago-RS.
O regulamento está neste link: 
https://drive.google.com/file/d/0B8gIYo3-u707X3kyU3RkYVZTX0E/view?pref=2&pli=1

Ficha de Inscrição - 3ª TERTÚLIA DA POESIA

imagem.JPG
 
3ª TERTÚLIA DA POESIA

05 de novembro de 2016

Theatro Treze de Maio – Santa Maria, RS


POEMA
TÍTULO:
 PROVÁVEL INTÉRPRETE:
PROVÁVEL AMADRINHADOR:

AUTOR (ES)
NOME:
RG:
FONE:
CPF:
EMAIL:
ENDEREÇO/CIDADE/ESTADO:


RESPONSÁVEL PELA INSCRIÇÃO
NOME:
RG:
FONE:
CPF:
EMAIL:
ENDEREÇO/CIDADE/ESTADO:

DECLARO ESTAR CIENTE E DE ACORDO COM O REGULAMENTO DA 3ª TERTÚLIA DA POESIA.
DATA:

ASSINATURA
OBS.: A ajuda de custo será paga ao responsável, conforme consta na ficha de inscrição, ou, na ausência deste, ao(s) autor(es) ou ao(s) intérprete(s).